Ela é a cilada

Lá vem ela com esse papo alucinado
Eu não sei se eu tô chapado
Mas não entendo meias palavras dessa mulher de frases.
Ela ri, inconsequente. Parece delinquente.
Sutilmente me atravessa a alma.
De repente consigo achar graça
E num segundo a piada se transforma em desgraça
Diretamente me estressa totalmente
Como um termômetro no calor se aquece rapidamente.
Meu coração acelerado, irrompe a fúria que dilacera.
Isso não é amor, ela é a cilada.

Fiz um poema pra você

Fiz um poema pra você
Era tarde e tu me disse que já não ia mais
Algumas horas após fiquei sabendo que estava presente.

Não soube então me comportar e pensei em nem te falar mais nada
Porém conforme a madrugada caía, já era o álcool que por mim falava.
Te encontrei e comecei a recitar aquele verso hipotético.

Não me importou nem um pouco ver duas ou três pessoas acompanhar aquela situação espalhafatosa
Não eram muito comuns declarações públicas de afeto
Mas eu também pensei naquele momento que poderia estar sendo escandaloso demais, tanto faz, 

Olhei nos seus olhos e vi de fato
Talvez você estivesse incomodado, ingrato!
Mas dois minutos depois aquela eternidade tinha acabado.

Memória essa que entrou para a história daquela festa
Nem contesta meu ato de entrega e não se nega
Veja por inteiro o que eu quero ser para você e seja.

Deseja meus versos e esclareça suas dúvidas
Fuma um pra relaxar e cria um universo só pra nós.
Eu vou estar lá com você com certeza.


Hora marcada

Estava à beira do abismo quando ele me encontrou
Despedi-me por uns segundos e disse que logo estaria de volta
Não sei por que ele insistiu em me segurar ali parada
Um passo que eu desse já ingressaria para o destino final
Do atrito com o chão não escaparia
-Que teoria! Disse ele. Falou que eu não estava em sintonia com a vida
Mas que poderia me arranjar solução. Respondi que não queria.

Não sei como ele conseguiu fazer com que eu desse um passo atrás
Na verdade fiquei bem intrigada com a sua teimosia e falação
Eu não estava nem aí pra sua percepção
Ele não devia nem estar ali, era a minha direção.
Falei então: -Qual vai ser da sua meu irmão?
Vai ficar aí na agonia, não tenho o dia inteiro não.
Pois aí ele falou que estava com tempo de sobra e essa era a sua contradição.

Agora que eu já estava irritada
Bolada eu já estava, preocupada com os metros sob meus pés
Já pensando no sangue da minha cara estourada
Ele disse: -Que nada! Vai ficar bonitinha com a face transtornada
Aí eu já saí do lugar em que estava, andei até seu ponto
Olhei fixamente nos seus olhos castanhos cor de mel
 Agradeci seus lábios que tentaram me salvar e voei.    
Já estava com a hora marcada. 







Nômades

Naquele pique cigano nós vamos

Escalando muralhas de corações vadios.

Não sei não.

Não via sentido nessa proposição.

Andarilhos do destino,

Transitando e habitando terrenos baldios.

Falamos nossos dialetos, venha e dance comigo.

Degredados e deportados sentimentos

Migrando sob a diáspora de amores vazios.

Imagem: https://www.amambainoticias.com.br/brasil/ciganos-querem-que-municipios-definam-locais-proprios-para-acampamento-de-comunidades

Vai saber…

Não sei, só queria que fosse menos evidente a minha vontade de morrer.
Quem sabe de repente eu poderia aproveitar a vida e fazer algo que preste do meu tempo, mas eu quero morrer 
Dar um tiro na cabeça e morrer
Ser esfaqueada na rua e morrer
Pular de um penhasco e morrer
Derreter, virar lama
Ou queimar até pó virar
Tomar um remédio bem forte e adormecer pra sempre.
Desaparecer do estado de eu
Sangrar até não sentir mais doer.

Talvez isso seja real mas talvez não, vai saber...
Permita-me desfrutar licença poética para escrever
Quem sabe ela ajude a passar
Imagem: https://glamurama.uol.com.br/lindsay-lohan-posa-para-terry-richardson-em-imagens-polemicas/

Ela não me ama

Ela disse que queria um tempo pra pensar.
Que não queria mais me ver.
Que depois de alguns meses poderíamos resolver
Nossa história de amor.
É óbvio que fiquei
Algumas noites sem dormir.
Alguns dias sem comer.
Mas o pior foi quando 
Ela não mais atendeu as ligações.
Pensei que iríamos conversar antes de terminar.
Pensei que poderia beijá-la um pouco mais.
Abraçá-la para conseguir captar o meu amor.
Porém, ela não me ama mais. 
Imagem: https://eu-sem-poesia.tumblr.com/post/57800545479/bem-me-quer-mal-me-quer-repetia-para-a-flor-como