15/05/08

Por que vós sois assim?
Tão despreocupados e curiosos em
relação aos seus semelhantes
Tão desconectados e fúteis.
Porque sois vós quem mata
e fere a nossa terra e tudo
o que há de tenro nela.
É fácil olhar, comentar,
quando gritar nos parece
impossível.
Tem hora que é preciso falar.
Expressar alguma opinião.
Ajudar. Não ficar como
estátuas. Vendo apenas as
coisas acontecerem sem ao menos
nos mexer.
Assistir de camarote uma
situação difícil, quando esta
acontece com outrem é fácil.
Todos param,
todos olhos. Poucos, pouquíssimos
tem a coragem e a dignidade
de querer enfrentar o problema e
trazê-lo para si.

*Assisti no trem um garoto passando mal, acho que foi um ataque de epilepsia, não sei ao certo.
Ele tem no máximo vinte e quatro anos. Veste tênis, bermuda, blusa e boné, carrega uma mochila também.
Muitas pessoas olham, todas olham. Quatro ou cinco o ajudam. Vêem sua aparente melhora, conversam com ele, desejam melhoras e tomam todas seus rumos. Afinal, chegaram as suas respectivas estações de descida.
Ele continua ali de boné na cabeça, agora sorri.
Melhorou. Quem bom.
E eu estava aqui. Quase
chorando com tanta insignificância.
Mas eu ajudava mais
aqui mesmo. Escrevendo.

Advertisements

“A rosa que te dei já não perfuma mais”

Pois quando você passa e eu vou atrás
O mal do dia-a-dia já nem lembro mais
E mata minha sede, e cura minha dor
Cê intende do que eu falo mas não quer saber
Mas também não precisa me responder
Está na tua cara, não dá pra esconder

(…)

A nossa história parece um filme
Que assistimos na semana passada
Final feliz, isso é normal
Realidade é muito mais virtual
Não tem ressentimento
Pois contigo aprendi
Que desse amor não podemos fugir
Cartas sobre a mesa, não podemos negar
Nada é perfeito, mas eu quero é jogar…

(…)

O problema é que pra mim você perdeu a pose
É tudo igual, Marlene, Beth Davis ou Rose
A rosa que te dei já não perfuma mais

*Quanto mais curtido melhor-1998

Link: http://www.vagalume.com.br/cidade-negra/realidade-virtual.html#ixzz3E7pBaWSl

Chega uma hora na vida
Que você pensa que acabou.
Você esqueceu de você.
Você esqueceu de vencer.
Esqueceu do passado e do presente.
E o futuro está escrito, a Deus pertence.
Mas aí, você se lembra que esqueceu de Deus.
Deixou de acreditar nele..
Afinal você nunca o viu, não é?
Acha que sempre tem razão,
E nunca comete um erro.
Isso é pura ilusão.
Você agora tem memória fraca?
O que aconteceu com você?
Você não sabe viver.
Esquece das coisas, porque as julga insignificantes.
O que não se compara a você.
Que é tão egoísta a ponto de crer nisso.

Escritos antigos de uma jovem menina

Você tem que curtir.
Você tem que sair.
Para a vida não passar em vão.
E você não achar que a tal passou da sua imaginação.
Você não existiu.
Você sequer saiu.
Você acha que sabe o que é diversão.
Eu te digo que não sabe, não!
Isso é apenas a sua mente.
Que nesse momento age com você.
É tudo assim.
Sim, a vida é assim.
E você não sabe o que fazer.
Quando você vê, já aconteceu.
E você que é tão legal, não tem mais pra onde correr.
Entra em um labirinto, não encontra a saída.
Quem vai te tirar de lá? Quem vai te salvar? Quem vai te querer?
Será que você não vai sofrer?
Você não sabe o que é sofrimento.
E está passando por ele.
Resista aos malditos charmes.
Quem é que pode te tirar dali?
Você não quer?
Vive naquele lugar no meio da escuridão.
E a sua luz não aparece, ela está um pouco longe, sem noção.
O que acontece é isso, algo que ocorreu.
Tudo gira em torno disso.
E você não sabe de nada.
Vive assim, porque nasceu assim e acha que assim vai morrer.
Não faz nada para melhorar
Sua vidinha infeliz, nesse maldito lugar.
E as palavras se tornam vazias, diante de tanta ironia.
Chegou o ponto final, você não quer mais viver, tudo chegou ao fim e a etapa acabou assim.
Não, porque você não sabe o que sente e nunca tentou ajudar, também tem medo de piorar.
Você tem que ter força, você tem que saber lutar.
Se você não quer viver, se mate antes que faça mais gente sofrer.
Ponha um ponto final nessa estória.
Acabe com isso, acabe com isso.
Você não aguenta mais.
Você não resiste mais.
O jeito é se entender, levantar, se reerguer.
Acordar para viver.