Sem generalizar

Sem generalizar
É bem comum observar
Que alguns seres humanos
Tendem a falhar
A cair, desesperar
Entregam-se as tentações
Causam dor e lamentações.
Destruindo a vida e sua magnitude.
Nesse ir e vir de mutações.
Esperando a hora exata de embarcar
No navio fantasma das desilusões.
Bocas que sofrem caladas.
Olhos assustados. Visão arrancada
Cheiro de fumaça no ar.
Correria paralisada
Caminhos suspensos.
Tristeza em andar.
Dura realidade
Enlaça vaidade,
Respira saudade
Perde-se no mar.
Pequena certeza. Vã esperança
De ser criança
E acordar.
Em um novo lindo lugar
Onde seres humanos sejam apenas humanos
Sejam apenas honestos
Apenas modestos. Apenas humildes
Onde haja luz e amor
E os seres humanos aprendam a superar.

Nosso papel no universo

Com o poder nas mãos.

Povo tem a força para mudar

Precisamos agir com valor.

Triste perceber que as notícias diárias não afetam nosso cotidiano e continuamos a viver como se todos os escândalos fossem normais. Afinal, somos ocupados demais para mudar a realidade. Porque mudar só depende de nós.

Nosso papel no universo.

Não basta sonhar.

S+O+M+A+R=

Unidos somos mais fortes
Um + um soma dois
Multiplicando a força
Lutaremos, venceremos.
E Um só que nos é tudo
Agradecerá depois
Fomos capazes de superar
E esse mundo em verdade transformar.

Leia Raul!!!

*download (18)

Eu sou a mosca que pousou em sua sopa.
Eu sou a mosca que pintou pra lhe abusar.
Eu sou a mosca que perturba o seu sono.
Eu sou a mosca no seu quarto a zumbizar.

Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante
Do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo.

Eu sou egoísta. Por que não?