Estou na noite, quando digo:
Boa Noite!
E se estou no dia, digo, bom dia!
Depende de quem está a escutar
e mesmo que eu não diga nada,
talvez seja isso que eu queira
dizer.

É hoje e agora que digo bom dia
pra nós, ótimo dia de amor.
Tempo fresco gostoso, frutífero
da alma.
Sorridente, glorioso…
Estamos aqui a observar.

É pela escrita que gosto
de me libertar.
Também é. Como uma ferramenta
que vem pra purificar.
Enquanto ainda estou aqui.
Porém confesso.
Não desejo partir.
Se a hora da felicidade chegar.
É hora de mantê-la aqui.

Eu posso ser por mim.
Posso usar o que tenho.

— E eu ficava pensando. Nossa!
O que eu quero dizer?
Que o povo quer o poder?
Mas quem é que é esse povo?
E eu tenho medo desse poder
Quando ele não é universal
A partir de cada sujeito.
Exercendo o domínio de si.
Em tempo real
Baseado em fatos históricos que
formaram e deformaram
as suas concepções.

Mesma manhã quinta-feiral. “Parecia inofensiva, mas te dominou”

Poesia desregrada na magia
do viver. O de existir.
Pode ser. Até amanhã, outro
dia já se foi. Mesma manhã
quinta-feiral.

“Parecia inofensiva, mas te dominou”

“O difícil é se livrar de quem tá sempre querendo, ela mantém a porta aberta, ela te faz de instrumento vai te dominar, se já não dominou”

“Parecia inofensiva, mas te dominou ❣”

BLÁ

Confrontando pelos tolos e
pelos dicionários.
Buscando a verdade
onde ela estiver.

“Encontrar a verdade e ela
libertará”

LIBERDADE ✪

“Frentes e falhos
Fortes e frouxos”

BoB
EsPoNjA
cAlÇa
qUaDrAdA

images (1)

(pode ser)

Meu melhor amigo é você
terceiro setor do meu ser…

(pode ser)

Aniquilando a poesia, a magia
e a imaginação.
Vadia! Passeia pela minha
sugestão.
Embora eu me tornasse meio
falho, pode ser. Ainda
encontrava a fantasia no
viver.
Acordar, rir, perecer,
não dormir.
Estou aqui. Eu ainda estou
aqui.