Às vezes dá uma canseira desse mundo

Às vezes dá uma
canseira desse mundo
Uma alucinação
profunda
envolvida de profunda dor.
É difícil conviver
Não se pode aceitar
A tragédia está a nos
enlouquecer.
A nos matar.
Entre as vielas e avenidas
Armazenados
Em nossas casas, nossos prédios
Enquadrados na dominação.
Em cada poro nosso é preciso transpirar…
Fazer romper a contradição.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s