Passo

Sobre as dimensões do meu ser.
Em imensidão.
Passo para enaltecer.
Passo para a exaustão.
Advertisements

Linhas a ocupar

Eu faço versos singelos
Sobre o dia a dia
Um pouco de agonia
Mas quem não a tem?
Letras sórdidas e soltas
Evaporam por aí
Quando as lanço em direção
Da minha caneta esferográfica preta
Na folha do caderno
Linhas a ocupar.

ArquivoExibir