Agora, ver um garoto
De 12/ 13/ 14 anos
Com um isopor super pesado
Vendendo cerveja, água e refrigerante no trem
É de doer
A vida em questão
Mas que situação
É viver em desunião
A nação não nos condiz
Desunidos, somos irmãos
A nos matar.

________________________________________________

Mas os
dominadores
não.
Esses não são
nossos irmãos.

________________________________________________

Estão a nos massacrar
Descendentes da escravidão
Só escravos somos nós.
Sós.
A perecer.

No disse me disse

No disse me disse
Falaram alto e claro
–Mandaram fechar tudo aqui
………………………….em Japeri
Depois das dez ninguém
………………anda na rua !
Vê se você ouviu?
Nada de pânico !
Quem manda é o terror.
Que história é essa?
Quem se pronuncia em nosso
…………………………….favor?
Quem aclamará em nome
………………da liberdade?
Se é a ela que (a)tentam
…………………aprisionar.

✐❣

Ao invés de você ficar aí
escrevendo
Vai trabalhar vagabundo

Porque essas letras
Não dão dinheiro não

Esse vazio de morte
Que invade você
Não colabora
Pra ti viver
Só te salva
De vez em quando
Do martírio
de ser você
E não querer se matar.

Suavemente
Você voa pelo mundo
E não sai daí
Se expõe
E se contradiz
Mas não diz uma palavra
Daquilo que tem pra dizer
Mas e aí?
E agora?
Como você vai fazer?
Pra conseguir resolver
E se renovar.