Vejo as crianças dialogando
Sobre a construção e destruição
do mundo.
Construção e destruição de
casas e escolas.
Elas estão realmente envolvidas
com jogos tecnológicos
com a internet/ computador e
com o telefone celular.
Quando estão reunidas
Não param de falar de
jogos e da construção e
destruição de seus universos
virtuais.
Eu acho incrível
Como a parte da
realidade vivida
É ausentada pela
rede magnética da
tecnologia virtual que
invade e domina as
consciências
arrancando-as
do mundo real.
E o tempo e atenção que
essa juventude
poderia dar a
cuidado e transformação
da sociedadde atual
é desperdiçado
em jogos virtuais
que servem a
alienação.

Advertisements

Fica bem ❣

Não fica bem isso.

Não fica bem aquilo.

Não fica bem aquilo outro.

E ainda mais.

Ah! Tá bom! Até parece!

Não quero saber o que
Você acha que não fica bem pra mim
E o que você fica dizendo
Sem pensar pra valer

Que não fica bem o quê!?

Fica bem pra mim.
Então é assim.

Fica bem assim?

Meu mal – Meu bem
Meu bem – Meu mal

Seu mal – Seu bem
Seu bem – Seu mal

Meu mal?

Ninguém!

O que fica bem pra mim meu bem,
Sou eu que digo que sim.

Menos aceitar ✍

Se alguma professora se incomodar
se irritar
Pra mim está bom
Já que a maiorias delas (es), todo dia
nem se mexe em movimento contrário
Mas, obedece o sistema dominante
em ação
e se esquece de fazer
a revolução
com as próprias mãos,
a caneta e as idéias em
questão.
Na contracorrente ao que já se vive
E fazer renovar.
Em qualquer lugar e espaço.
E fará..
O que tiver de fazer, menos aceitar.