Não digo
Escrevo
E me arruíno
Na prisão de palavras bandidas
Banidas
Por minha opção de calar
E trancá-las
No calabouço da minha distração.

Logo logo

Pensei que pudesse suportar
um pouco mais de dor
“logo logo passará”
eu pensei…
Logo logo
quem diria
já chegou.
logo logo
não passou.
e eu continuei a sentir
doer.

Pensei que eu pudesse suportar
mais um pouco
e logo logo
minha dor anestesiaria-me.
E eu pensei
dói dor
passarás quando quiserdes
e eu suportaria
mas não suportei.

quando pensei
eu não aguentei
ainda eu estava ali
então ainda sentia
doer.

Sem aguentar?
Como pode?
então eu aguentei.

Pensei que esta dor
podia ir embora agora
e se retirar dalí
de mim
para nunca mais voltar
aqui
Por que?
perguntei.

Por que não passaria?
Por que não suportei?

Pensei que podia
Pensei que sentia
Pensei que sabia
Pensei que sonhei.

Pensei que pensando
suportaria.
Pensei que pensei
mas sentia.

Pensei que morria
e morri.
Pensei que vivia
em dor
e chorei.

Minha depressão vem e vai embora
Ela não se contenta em fazer visitas esporádicas
Ela vem pra morar comigo.

Ela não se conforma em ir embora
E ficar longe
Ela se instala em minhas artéreas
E no meu coração ela se fortifica
Na minha mente se mantém constante

Como eu queria deixá-la no passado distante!
Como eu queria deixar o que passou naquele instante!

Tantos instantes insones
Dominados pela depressão!
A angústia e rancor que restou
Não passará! Assim, absolutamente
Mas eu quero que ela vá para longe.
E deixe-me em paz.

O choro que me invade a alma
“Reza vela” para mim
E peça a Jah para passar
Abençoar esse meu ser
Parar de me maltratar
Parar de querer sofrer!
Pois eu não quero.
Eu não quero mais viver de dor.
Assim, prefiero morir.

Neste desespero que dói aqui dentro de mim
Não suporto existir.
De tanta criatividade e ambição
A inação me contradiz
Me repousa no tédio
Amargo suprir deste ser
Viajando na imensidão sem fronteiras
Que não existe.

Onde não há espaço para eu ser
quem eu sou
Mas, o que sou?
Se a realidade me domina
E me naufraga
Como um túnel sem saída
E eu rodo sem sair do lugar
Sem suportar…

Sai de mim depressão
Deixe-me só
Mas sozinha do que sou
Sem sua companhia.
Yo prefiero así.

Pra sempre

“Eu sabia que um dia iria acabar
Mas não imaginava de ser assim
Não imaginava de ser agora.
Eu queria que durasse pra sempre
Mas eu pensava em ser pra sempre feliz.
Pensava em só paz e amor.
Porque eu acreditei em você.
E no que você me dizia.
Eu ouvia sua voz e confiava nela.
Eu tocava sua pele e queria te beijar.
Por que você magoou meu coração
e arrancou o meu amor?
Por que você construiu a ilusão
e me abandonou com seu fervor?
Porque eu queria ter você todo
dia e toda noite.
Porque eu queria amar você
enquanto eu vivesse.
Eu queria descobrir o pra
sempre com você.
Queria duvidar da morte e
ser apenas vida. Junto com você.
Não dá mais para pensar nisso.
É preciso esquecer você.”

ddd0004