Abraços e Paz ❣

Você devia usar do meu
tempo pra falar do que eu penso.
E deixar os meus braços
em paz.

Você devia usar o que eu penso
pra falar do meu tempo
e deixar meus abraços
na paz.

Você devia não pensar do meu tempo
e abraçar-me com
paz.

Você devia o que eu devo,
com meu pensamento a todo
tempo pronto para
abraçar-te fazendo
a paz.

Nós não devíamos ser diferentes,
mas nem ser iguais.
Porque mesmo
o tempo sendo o mesmo,
equivalem alternadamente para
os braços e abraços de cada um
que os vivem com diversas
singularidades.

Tempo. Pensamento.
Braços e Abraços.
Usos incompletos.
Desusos indiscretos.

Severidade e
cordialidade.

Amor e paz.

Pra viver na paz e amor

A repetição da canção
Na nação a contradição
No coração a decepção
De tentar, fracassar…
De querer, não querer
De clamar e chorar
Ter medo e voltar.

A conduta é a luta
E a hora é agora
Não pode mais esperar
Não pode mais recuar,

Pra viver na paz e amor.