Pensar em ser poeta

Eu não quero ser poeta de final de ano.
Nem cantar canções de ninar.
Eu não quero ser escravo do tempo.
Do seu tempo.
Eu não quero me controlar (por você)
Eu não quero acordar no seu horário.
Nem ir dormir no seu dia.
Nem rir brincando com a morte.
Que me arrepia.
Eu não quero abusar de mim.
E nem zombar da minha vontade.
Eu não quero ser poeta de fim de semana.
E nem de tempo nenhum.
Eu não quero ser poeta e pronto e acabou.
Nem assombrar-me com termos e conceitos que
Não me fazem valer quem eu sou.
Porque eu não os invisto.
Eu não quero brincar de escrever minhas dores,
Ou meus amores, ou minhas angústias…
Eu não quero ser poeta e pronto.
Eu só quero me manter viva.
E sem solidão com gente por perto.
Eu só quero pensar e escrever de acordo com
As letras, pois estas reinam à vontade.
Mesmo que as idéias estejam fora do lugar.
Eu só quero me libertar.
Aprender a voar no fundo do abismo (onde fui parar)
E pensar em ser poeta o ano inteiro e também no carnaval.

Advertisements

Da
necessidade
dos direitos
essenciais.

Quais são?

Parei pra
pensar ♫

aes

*

Pense 1, 2, 3 vezes antes
de bater palma
para um político.

*

Você acha o quê
Sendo presidente do
seu partido?
Qual parte de você
se satisfaz?
Controle da parcela
da sugestão
Político partidária
Repartindo o
sentido da
Razão irracional
Reproduzindo a ilógica
histórica

Agora, ver um garoto
De 12/ 13/ 14 anos
Com um isopor super pesado
Vendendo cerveja, água e refrigerante no trem
É de doer
A vida em questão
Mas que situação
É viver em desunião
A nação não nos condiz
Desunidos, somos irmãos
A nos matar.

________________________________________________

Mas os
dominadores
não.
Esses não são
nossos irmãos.

________________________________________________

Estão a nos massacrar
Descendentes da escravidão
Só escravos somos nós.
Sós.
A perecer.