O Jogo do Pensar

Vejo o desenvolvimento chegar. Sinto a presença dele no meu ar. Respiro. E quando respiro, sinto fumaça no ar. Poeira ao andar. Pó de pedra. Fumaça preta de carro. Ai, ai… Que tosse! Meu nariz… Minha sinusite. Dor, dor. Noites sem dormir. Remédio. Dinheiro. Trabalho… Estresse. Mas? O que posso fazer?

Hum…  Alergia… Ar… Respirar.

Respirar, fundo e profundo. Ar das estações do ano. “Primavera, verão, outono, inverno.”

Ar puro que eu mereço! É claro!

Epa! Desmatamento? Queimadas? Contaminação do ar!

Puta que pariu! Eu quero respirar!

Caraca… Que valão preto é esse? Que cheiro ruim…

(Filho, não entra na vala hein! Não brinca na lama! Não ande na rua! Cuidado para não ser atropelado! Não fale com estranhos!)

*Vou te contar um segredo, fica só entre nós. Um dia entrei nesse valão, ele não era valão… Creeeedo!!!  Que nojo! Ele era um riacho, com peixinhos coloridos, árvores ao redor, crianças brincando, pessoas pescando.

Que saudade daquele tempo!

DSC08552 DSC08553 DSC08554 DSC08555 DSC08556 DSC08571 DSC08572 DSC08573 DSC08574

Foto0924 Foto0925 Foto0926

Advertisements